Monday, September 29, 2008

RENAMO versus Daviz Simango

Em Moçambique, definitivamente acho que ainda não temos oposição. Como é que se justifica que um partido que se assume como pai e benfeitor da democracia no País se ridicularize tanto! Quanto à mim, Daviz Simango já deu provas mais que suficientes de que é um homem íntegro e comprometido com a causa que abraça.

A RENAMO, vem agora a público justificar o grande apoio que Simango tem dos municípes "Beirenses", alegando que ele os teria aliciado através do desvio de fundos do erário público. Acho que há um paradoxo nesse posicionamento do partido da perdiz: será que Daviz Simango teria capital para aliciar quase toda a cidade da Beira, senão toda?

Creio que a RENAMO está a tentar tapar o sol com a peneira, como se diz na gíria popular. Não imaginavam que Simango tivesse tanta coragem para se tornar candidato independente à sua própria sucessão.

A desculpa que a RENAMO encontra mostra que esse partido não acredita que o povo tem "olhos de ver", e vontade própria.

6 comments:

X!mb!t@nE said...

Irmã, a perdiz nunca nos enganou! Nós é que pensamos que ela era uma ave que, por força das circunstancias, seria uma pomba.

Mais do que uma crise, a boca da urna, a Renamo perdeu a oportunidade de ser uma alternativa coerente no cenario politico nacional.

Reflectindo said...

Pode ser que agora é que vamos ter a oposicão credível, pois já se distinguem os que aderiram à Renamo com um projecto político aos Mbararanos sem. A ala Daviz Simango é ao bem da nacão.

Simango aliciou sim os municípes, mas através de um trabalho árduo seu ao benifício dos beirenses. Isso já se falou durante todo o mandato. Já vimos Daviz envergado no fato-macaco e botas e a limpar a drenagem junto com os munícipes.

MUARRAMUASSANDO... said...

O que é a final a política? é a arte de bem falar ou de bem fazer?

Antonio said...

O pensador italiano António Gramsci entre várias afirmações, disse que em questões de política é válido sujar o poço alheio. Sem desmerecer Deviz Simango, penso que ele deveria antes seguir a disciplina partidária para depois agir por conta. Essa de sair, logo na primeira crise, como independente, parece-me que a luta pelo poder falou mais alto.
Nada contra, apenas comentários.
Ciprix
Belo Horizonte-Brasil

JOSÉ said...

A expulsão de Daviz Simango tem contornos sinistros e foi uma atitude anti-democrática.
O Povo da Beira irá dar a resposta adequada no dia 19 de Novembro!

Reflectindo said...

Ciprix
Não estou a te perguntar por te achar contra, mas gostaria de te perceber se adequaste António Gramsci à situacão da Beira?